08/01/2021

A ascensão de Dr. Dre

A notícia que o produtor Dr. Dre sofreu um aneurisma cerebral no início desse ano assustou os fãs de hip-hop. Andre Young, o Dr. Dre, é, talvez, o principal responsável por colocar o hip-hop em um grande patamar na indústria musical. O produtor é o nome por trás do sucesso de gigantes do gênero como 2 Pac, Eminem, Snoop Dogg e 50 Cent.
 
A principal fase de sua carreira foi quando quando, ao lado de O'Shea Jackson (Ice Cube), Eric Wright (Eazy-E), Lorenzo Patterson (MC Ren) e Kim Nazel (Arabian Prince) e também do DJ Yella, fundou o grupo N.W.A., que mudaria a cara do rap mundial.
O grupo tinha questões contrárias ao Public Enemy, de Nova Iorque, principalmente por sua arrogância e violência. Enquanto o grupo de Chuck D e Flavor Flav levantavam palavras de ordem e denunciavam as agressões do sistema, o N.W.A. quebrava tudo por dentro, com letras que faziam apologia ao crime e à violência, além de bater de frente com o estado e peitar racistas. Mesmo sem ter o apoio da mídia, eles viraram os maiores representantes do que viria a ser batizado de gangsta rap: um gênero musical do hip-hop com letras de hedonismo e violência.
 
Cada membro do N.W.A. deu uma contribuição importante para o grupo: Ice Cube era o que mais escrevia letras do grupo, MC Ren também escrevia algumas letras, Eazy-E com suas rimas dava aquele tom engraçado nos sons. Os produtores Dr. Dre e Yella faziam as batidas para cada música, e Dre ocasionalmente fazia algumas rimas.
 
Algumas das rimas eram consideradas muito perigosas, especialmente a "Fuck Tha Police", uma de suas músicas mais conhecidas. Um diretor do FBI mandou uma carta para o grupo, avisando os rappers que as forças da lei não gostavam das letras. A carta do FBI só ajudou a atrair mais atenção para o grupo.
 
Dr. Dre é tão importante no cenário do hip-hop, que ele é o nome mais rico do rap. De acordo com levantamento da revista Forbes, o produtor é o rapper mais rico do momento, com uma fortuna de US$ 620 milhões.